Ninhadas para Adopção

23 07 2009

Ninhada várias cores

Adoptadas 2 fêmeas e 1 macho. Temos agora 2 fêmeas

bebes peq

 

Ninhada bege

Adoptados 1 macho e 1 fêmea. Temos 2 fêmeas e 1 macho.

DSCN0482

 

Temos outra ninhada que abandonaram no nosso canil, são de porte pequeno/médio em tons preto/castanho. Brevemente colocaremos fotografias.





ABANDONO

19 07 2009

– Se algum motivo insuperável o obrigar a separar-se do seu amigo, procure-lhe um dono que o trate bem;
– Só o coloque num canil de uma associação em último recurso, certifique-se de que vai ser bem tratado, e visite-o sempre que possa;
– Não o esqueça! Acredite que ele nunca se esquecerá de si.

NUNCA ABANDONE O SEU ANIMAL!

Em Portugal mais de 10.000 animais são abandonados anualmente. Muitos encontram a morte nos canis camarários e outros acabam por morrer à fome ou nas estradas, enquanto vagueiam pelas ruas em busca de alimentos e de abrigo. Quando abandonados, os animais sofrem todo o género de maus tratos ficando igualmente sujeitos a contrair doenças. Para além do sofrimento infligido ao animal, o abandono, é portanto um risco para a saúde pública.
Nestes casos, os mais afortunados, que são poucos, são adoptados por uma ou outra pessoa mais sensível.
As associações zoófilas, que recolhem animais, já há muito que ultrapassaram a capacidade de alojamento para o qual estão preparadas.
VOCÊ PODE AJUDAR A MUDAR ESTA SITUAÇÃO:

 
Os animais são seres vivos, sensíveis e sofrentes, não são BRINQUEDOS.
Um animal deve ser desejado pelo dono e bem aceite pelos restantes membros da família. Por isso, a adopção de um animal deve ser muito ponderada e estar de acordo com a sensibilidade e disponibilidade do novo dono.
Um animal de companhia precisa, não só de alimentação adequada e água fresca, mas ainda de uma série de outros requisitos que não devem ser ignorados, tais como alojamento adequado e espaço para se movimentar, acompanhamento veterinário, e atenção, entre outros. Assim, oferecer animais às crianças, só para lhes satisfazer os desejos é uma atitude incorrecta. Um animal deve fazer parte da família, ser desejado e estimado até à sua morte natural.
Colocar um animal num canil albergue deve ser o último dos recursos, pois ele nunca será feliz sem o dono.

Seja tão leal com o seu animal como ele o é para consigo!





Agora que é tempo de férias não esqueça os seus animais.

16 07 2009

Coloca-se a questão: onde os deixar durante este período?

Se puder, leve-os consigo, porque os animais são bons companheiros em todas as situações e as suas férias serão certamente, para si e para o seu animal, mais agradáveis e divertidas.

Pensando em si e principalmente nos animais a LIGA PORTUGUESA DOS DIREITOS DO ANIMAL indica-lhe algumas opções que lhe permitirão ter umas férias mais tranquilas.

Agora a opção é sua.

Tenha umas férias felizes sabendo que o seu animal está protegido.

Não faça das suas férias um pesadelo para o seu animal!

VAMOS NESTAS FÉRIAS, TODOS EM CONJUNTO,

AJUDAR A ACABAR COM O ABANBONO DOS ANIMAIS

 

www.lpda.pt/site_ferias/index.htm

 





O que se pode/deve fazer contra as carraças?

10 07 2009

O mais importante é reduzir o nº de picadas de carraças, já que é através destas que há a possibilidade de ocorrer a transmissão de doenças.

O nº de picadas pode ser reduzido pelo uso de produtos antiparasitários com efeito repelente e/ou acaricida (elimina as carraças)  e que simultaneamente sejam seguros para os animais e Homem. Deste modo, diminui-se o risco potencial de transmissão.

A adopção de um esquema de prevenção/tratamento contra carraças, deverá ter em conta as alturas de maior propensão para a existência das mesmas (em Portugal regra geral decorre nos messes de Março a Setembro), devendo iniciar-se o mesmo antes de começarem a surgir as primeiras carraças e até depois de desaparecerem.

O que é que faço com as carraças que o meu cão já tem?

Em primeiro lugar, está contra-indicado arrancar a carraça, pois ao fazê-lo estaremos somente a eliminar o corpo da carraça, visto que a parte da boca manter-se-á agarrada à pele do cão, podendo causar reacções locais com a formação de granulomas. O ideal é aplicar umas gotas de vaselina ou parafina líquida em volta da carraça, massajar suavemente com a ajuda de um pinça até que fique mais solta e depois removê-la com cuidado, fazendo movimentos circulares, como que a desaparafusar um parafuso. Peça ajuda ao médico-veterinário do seu cão antes de tentar aplicar esta técnica. Após remover a carraça, devemos mergulhá-la em álcool, para que se consiga eliminar também os ovos. É importante lavar bem as mãos após a remoção e manipulação das carraças. Também existem instrumentos especiais para a extracção do parasita, como pinças de carraças, que se podem adquirir em lojas especializadas.





ADOPTAR É UM ACTO DE AMOR!!!

7 07 2009

Formamos uma equipa que trava, diariamente, uma batalha para melhorar a condição de vida de animais abandonados, maltratados, idosos e carentes. Não fazemos distinção de raça, cor, tamanho ou sexo. Apenas queremos com nosso trabalho, diminuir o sofrimento dos nossos amigos. Os animais por nós recolhidos ficam no canil.

Caso queira ter na sua vida, mais felicidade e alegria, e resolva adoptar um amigo fiel e verdadeiro, mande-nos um email. Ao adoptar um animal estará a salvar uma vida!

Mas, lembre-se, adoptar também é ter responsabilidade.

 Uma vida não pode ser descartada como lixo. Pense nisso!

 
Consulte o nosso blog e saiba como adoptar um animal do nosso canil.