2 03 2010
O Ministério da Cultura criou mesmo a Secção de Tauromaquia já publicado no DR :
 

Corremos agora o risco de ver a tortura sobre os animais financiada pelos nossos impostos !

Assinem a petição, para que este Ministério da Cultura não se transforme no Ministério da Tortura !

http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=PETPPA

OPINIÃO:
 
"Viva la muerte"
 

“Viva la muerte”

2010-02-23

Só nos faltava esta: uma ministra da Cultura para quem divertir-se com o sofrimento e morte de animais é… cultura. Anote-se o seu nome, porque ele ficará nos anais das costas largas que a “cultura” tinha no século XXI em Portugal: Gabriela Canavilhas. É esse o nome que assina o ominoso despacho publicado ontem no DR criando uma “Secção de Tauromaquia” no Conselho Nacional de Cultura. Ninguém se espante se, a seguir, vier uma “Secção de Lutas de Cães” ou mesmo, quem sabe?, uma de “Mutilação Genital Feminina”, outras respeitáveis tradições culturais que, como a tauromaquia, há que “dignificar”.

O património arquitectónico cai aos bocados? A ministra foi ali ao lado “dignificar” as touradas. O património arqueológico degrada-se? Chove nos museus, não há pessoal, visitantes ainda menos? O teatro, o cinema, a dança, morrem à míngua? Os jovens não lêem? As artes estiolam? A ministra foi aos touros e grita “olés” e pede orelhas e sangue no Campo Pequeno. Diz-se que Canavilhas toca piano. Provavelmente também fala Francês. E houve quem tenha julgado que isso basta para se ser ministro da Cultura…


Ações

Information

One response

8 04 2010
Maria Adelaide G. Ramos

Li com atenção o artigo “Viva la muerte”, de Manuel António Pina, datado de 23 de fevereiro último. Porque estou completamente de acordo e o mais possível contra as touradas, estou aqui a expressar-vos o meu repúdio contra o despacho que a ministra da cultura fez publicar no DR. Tal “senhora” devia ter vergonha, mas… aparentemente não tem. E se a mesma srª.pensasse antes nos animais que são todos os dias abandonados e cujo destino todos nós calculamos qual seja,e tendo em consideração que grande parte dos portugueses, por aquilo que se vê, nem sequer merecem ser considerados como pessoas! Um governo como deve de ser já se teria ocupado seriamente com o assunto, mas infelizmente ainda não temos um para nosso mal. Uma pergunta: porque não temos qualquer relação com a Fondation Briggitte Bardot? Pode ser que, com a experiência que tal fundação tem pudéssemos colher algumas ideias que ajudassem a minimizar todos estes problemas que existem em relação aos BICHOS E CONSEGUÍSSEMOS FAZER MUDAR PARA MELHOR AS LEIS QUE TEMOS.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: