VAMOS DAR A MÃO A QUEM NOS DÁ A PATA

17 07 2010

http://www.mavap.com.pt/





Voluntariado

14 07 2010

 
Muitas pessoas têm tempo livre em mãos e gostariam de ajudar uma causa com a qual se identificam. O voluntariado é uma acção muito nobre que se foca no “dar” sem querer nada em troca. O flagelo dos animais abandonados consegue conquistar cada vez mais corações, pois os animais não têm como pedir ajuda, não têm como dizer quem lhes fez mal.

Ao voluntariar-se para ajudar na AAAC precisa de ponderar vários factores, um deles é se tem estrutura psicológica para abarcar a realidade do abandono. É muito diferente ver os focinhitos num site e estar defronte deles, ver os olhitos pedintes, ver a tristeza e o desalento. Não pode também ter medo de cães, pois temos quase 120 albergados no nosso canil que se passeiam em zonas abertas. Na chegada ao canil vê-se de imediato rodeado de patinhas, abraços e beijinhos, numa demonstração de afecto sinceramente agradecida.

Se após boa ponderação chegou à conlusão que quer mesmo ajudar, então seja bem-vindo! Vai precisar de um fato impermeável e umas botas de borracha. Chapéu ou gorro na cabeça (consoante a altura do ano). E muita vontade de trabalhar!

Há muitas actividades em que pode ajudar no canil:

  • Nas limpezas.
  • A distribuir mimos.
  • A escovar os cães.
  • A passear os cães.
  • A atender pessoas à porta.
  • A levar e trazer cães do veterinário.
  • A transportar ração doada.
  • A participar em campanhas de adopção/divulgação.
  • A angariar bens.
  • E, muito importante, a divulgar os cães para adopção.
  •  

    O primeiro dia de voluntariado deverá ser um Sábado, para ter formação. Ao chegar ao canil, deverá preencher a Ficha de Voluntário, disponível lá, mas queira levar já preenchida. Para aqueles que são menores de idade, deverão trazer autorização escrita do encarregado de educação em como podem fazer voluntariado.

     Traga a sua boa disposição e a sua vontade de trabalhar em equipa, os nossos cães agradecem!





    A criatividade ao serviço dos Animais

    11 07 2010

    “Este é um desafio e um exemplo do que podemos fazer, cada um de nós e todos juntos, para combater o abandono.

    E que tal pegar num destes cartazes, imprimi-lo ( quanto mais não seja a preto e branco) e deixá-lo no veterinário onde leva o seu cão/gato??? Ou então deixá-lo na escola onde trabalha?( num painél por exemplo). Mostrá-lo aos amigos, aos conhecidos! E que tal reenviar por mail?? E que tal pôr no hi5 e que tal pôr como imagem no MSN? E que tal pôr no seu blog??
    Junte-se a nós nesta luta contra os maus-tratos e abandono de muitos animais!
    Mais info em

     

    E que tal criarmos também os nossos cartazes?
    Quer colaborar?
    Se tiver alguma ideia envie-nos: geral@adapo.pt

    http://wecare4animals.blogspot.com/”





    Não abandone os seus animais !!!!

    28 06 2010

     

    Será pedir muito ? Os animais não são descartáveis !!!!!!! Como há ainda quem seja capaz de abandonar, não sei. Só sei que são aos milhares. Estas pessoas deviam ser condenadas a ajudar associações , canis , limpeza de animais mortos nas estradas …. sei lá o que mais 😦

    Ver o suplicio das associações sem dinheiro para alimentar animais, o horror nos canis que mais parecem matadouros, a pobreza dos animais que vagueiam pelas ruas ……….:(

    • Ainda há quem pense que se os entregar no canil municipal eles vão ser bem tratados, alimentados e esperar adopção ………….ERRADO vão ser abatidos em 7 dias
    • Há quem pense que as associações recebem ajudas do estado e quem lá trabalha recebe salário ………ERRADO vivem de donativos e as pessoas são voluntários, que têm de limpar, alimentar, arranjar dinheiro para comida e veterinario, espaço para os pôr e têm que arranjar tempo mesmo no stress do dia a dia !!!
    • Há quem pense que não tem que gastar dinheiro a esterilizar os seus animais ……ERRADO pois podem ocorrer acidentes e depois serão mais umas vitimas que nascem para morrer ! Quer tenha femeas ou machos … pois os machos tb vão ser responsáveis por engravidar animais de rua sem culpa nenhuma. E já há milhares de animais que ninguem quer 😦

    E se puder ajude uma associação ……… às vezes um saco de comida, 5€ para ajudar nas despesas de veterinário , um bocado de tempo, cobertores velhos ou trapos que tenha em casa…. Tudo isto poderá fazer muitos animais felizes.





    Abandono de animais uma vergonha

    28 06 2010





    Abandono animal

    24 06 2010

     

    Quando o abandonas não só o condenas a uma possível morte debaixo das rodas de qualquer carro …

    Estarás a entregá-lo em bandeja de ouro a lutas, pânico, terror, experimentação, maus-tratos injustificados…

    Pensa bem antes de faze-lo,

    Depois já não há marcha atrás…





    13 06 2010

    Criatividade e consciencialização são palavras de ordem na nova campanha publicitária realizada pela agência WCRS, que assina Born Free “Keep wildlife in the Wild”.
    Qualquer um de nós tem consciência da quantidade de pessoas, que por falta de recursos ou alternativas, vivem nas ruas. A última campanha da Born Free, pega nesta ideia e coloca animais selvagens, sem lar, em cenários urbanos. A ideia é chocar e sensibilizar para o facto de existirem milhares de animais nestas circunstâncias, animais esses que não tiveram nem têm poder de escolha, pois alguém ou todos nós contribuímos para a destruição do seu Habitat Natural.

    É importante referir, que para além do impacto visual esta campanha foca temáticas de facto importantes para a actualidade em que vivemos.

    Animais sem casa e a destruição dos habitats naturais, o desenvolvimento e a construção de um número crescente de cidades e estruturas que consequentemente levam a que milhares de espécies animais percam as suas casas, o ambiente selvagem que é destruído sem quaisquer reservas, são temas que a Born Freen pretende abordar e fazer chegar a todos nós, para que a missão de protecção das espécies e conservação do seu habita seja alcançada.

    A Born Free é uma fundação que acredita acima de tudo que os animais selvagens tem direito a viver no seu ambiente natural. A destruição destes ambientes e habitats naturais deve-se a com conjunto de factores, tais como a desflorestação, as guerras, as alterações climáticas, a agricultura e o crescimento da população que provoca o aumento dos centros urbanos. Ganhamos e construímos casas, muitas vezes roubando ou retirando a casa a muitos destes animais.

    Esta campanha brilhante, usa a fotografia de George Logan e as habilidades criativas da empresa de publicidade WCRS. É importante referir que todos os serviços desenvolvidos e o espaço da publicidade foram doados, de forma a aumentar a consciencialização para este problema e ajudar a Born Free nesta missão. As imagens de animais selvagens colocadas em cenários urbanos, pretendem chocar e alertar para o ritmo alarmante com que a natureza e habitat selvagens são hoje destruídos.

    Mais em: